Como registrar o nome de uma empresa?

 

O registro do nome de uma empresa é uma etapa fundamental na criação qualquer negócio. Para contadores, entender esse processo é importante para fornecer um suporte eficiente aos seus clientes. Confira o blog que preparamos para você!

Qual a diferença entre nome empresarial, nome fantasia e marca?

Antes de entrar no processo de registro, é importante diferenciar entre nome empresarial, nome fantasia e marca:

  • Nome empresarial: Também conhecido como razão social, é o nome oficial registrado no contrato social e outros documentos legais;

  • Nome fantasia: É o nome comercial usado para marketing e vendas, que pode ou não ser o mesmo que a razão social;

  • Marca: Inclui o nome fantasia e elementos gráficos (logotipos e cores) registrados no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

O nome empresarial é essencial para a formalização do CNPJ, enquanto o registro de marca protege os elementos de identidade visual.

Passo a passo para registrar o nome de uma empresa

1. Registro do nome empresarial:

O nome empresarial é registrado durante a abertura do CNPJ junto à Receita Federal e à Junta Comercial. Este é um passo obrigatório para a formalização legal da empresa.

2. Escolha do nome fantasia:

O nome fantasia é opcional e pode ser o mesmo que o nome empresarial, ou um nome inventado. Ele é usado para fins comerciais e pode ser registrado no contrato social ou documento similar.

3. Registro da marca no INPI:

Para proteger a marca, incluindo o nome fantasia e os elementos gráficos, é necessário registrá-la no INPI. Esse registro é separado do CNPJ e garante o uso exclusivo da marca.

Como registrar a marca no INPI

Se seu cliente deseja proteger sua marca, aqui está o passo a passo:

 

  1. Cadastro no e-INPI: Acesse o site do INPI e faça o cadastro como pessoa física ou jurídica;

  2. Consulta de disponibilidade: Verifique no banco de dados do INPI se a marca desejada já está registrada;

  3. Pagamento da GRU: Pague a Guia de Recolhimento da União (GRU) correspondente ao serviço;

  4. Preenchimento do formulário: Complete o formulário online e-Marcas, anexando a imagem da marca se necessário;

  5. Acompanhamento do processo: O processo pode demorar mais de um ano. Acompanhe o andamento no Sistema Busca Web ou na Revista da Propriedade Industrial (RPI);

  6. Pagamento da GRU final: Em caso de deferimento, pague uma nova GRU para garantir o uso exclusivo da marca por 10 anos, renováveis.

Como você contador(a) pode auxiliar o seu cliente a escolher o nome da empresa?

Confira algumas dicas que separamos para seu cliente acertar na hora de escolher um nome eficiente para seu novo negócio:

  1. Relevância: Escolha um nome que reflita a natureza do negócio;

  2. Simplicidade: Opte por nomes simples e fáceis de lembrar;

  3. Originalidade: Certifique-se de que o nome seja único no setor;

  4. Criatividade: Seja criativo, mas claro na mensagem;

  5. Atemporalidade: Escolha um nome que não se torne obsoleto rapidamente.

  6. Teste: Antes de decidir, teste o nome em diferentes contextos.

Registrar o nome de uma empresa leva tempo e uma boa dose de atenção. Nós oferecemos todo o auxílio necessário para ajudar contadores a navegarem por esses processos com eficiência e segurança.

Conheça os serviços da Hasa agora mesmo