Como parcelar as dívidas de uma empresa que consta na Dívida Ativa?

Banner Divida Ativa

A gestão financeira de uma empresa envolve desafios constantes, e em alguns momentos, parcelar dívidas se torna uma estratégia essencial para reorganizar as finanças. Quando a empresa se encontra na Dívida Ativa, o processo pode parecer mais complexo, mas com as orientações certas é possível simplificar essa situação.

 

Entendendo a Dívida Ativa

A Dívida Ativa é composta pelos débitos que não foram quitados e foram inscritos na dívida pública. Esses débitos podem incluir impostos, taxas, contribuições previdenciárias e outros valores devidos aos entes públicos. Quando a empresa tem dívidas nessa situação, é fundamental buscar soluções para regularização com apoio profissional.

 

Por que parcelar é uma opção viável?

Parcelar dívidas na Dívida Ativa pode trazer diversos benefícios, como:

  1. Regularização gradual: O parcelamento permite a regularização gradual da situação fiscal da empresa, evitando complicações legais.
  2. Manutenção da atividade: Com as dívidas parceladas, a empresa pode manter suas atividades de forma mais estável, evitando bloqueios e restrições.
  3. Alívio financeiro: O parcelamento proporciona alívio financeiro ao diluir os débitos em prestações mensais, tornando o pagamento mais gerenciável.

Sabemos que lidar com dívidas de uma empresa que constam na Dívida Ativa pode ser desafiador. Para simplificar esse processo e oferecer um guia prático, preparamos um passo a passo detalhado para ajudar você, contador(a), a orientar seus clientes nesse importante procedimento. Vamos lá?

 

Passo a passo como parcelar as dívidas de uma empresa que consta na Dívida Ativa

  1. Identificação das dívidas: Antes de qualquer coisa, é crucial identificar todas as dívidas que a empresa possui na Dívida Ativa. Acesse os sistemas da Receita Federal e da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) para obter uma lista completa.
  2. Levantamento dos débitos: Faça um levantamento detalhado de todos os débitos, incluindo valores, datas de vencimento e possíveis penalidades. Essa etapa é essencial para um planejamento eficiente do parcelamento.
  3. Acesso ao portal de parcelamento: Utilize os sistemas disponibilizados pela Receita Federal ou pela PGFN para acessar o portal de parcelamento. Certifique-se de ter todos os documentos necessários em mãos.
  4. Escolha do parcelamento adequado: Avalie as opções de parcelamento disponíveis e escolha aquela que melhor se adequa à situação da empresa. Considere o número de parcelas, os descontos oferecidos e as condições de pagamento.
  5. Preenchimento dos dados: Complete todas as informações necessárias no formulário de parcelamento. Tenha atenção especial aos dados cadastrais da empresa e aos valores a serem parcelados.
  6. Análise e aprovação: Após o envio do pedido de parcelamento, aguarde a análise por parte da Receita Federal ou da PGFN. Esse processo pode levar algum tempo, então esteja preparado para acompanhar regularmente o status.
  7. Emissão das guias de pagamento: Após a aprovação do parcelamento, serão geradas as guias de pagamento das parcelas. Certifique-se de que seu cliente está ciente das datas de vencimento e valores.
  8. Acompanhamento regular: Mantenha um acompanhamento regular do parcelamento, garantindo que todas as obrigações sejam cumpridas. Isso inclui o pagamento das parcelas em dia e a atualização de eventuais informações cadastrais.

 

Agora que você possui um guia prático sobre como parcelar as dívidas de uma empresa que consta na Dívida Ativa, lembre-se de que a Hasa está aqui para ajudar.

Nosso objetivo é tornar as Contabilidades mais eficientes e garantir que você tenha as ferramentas necessárias para guiar seus clientes de maneira assertiva. Conte conosco!