Como descobrir a Inscrição Estadual pelo CNPJ?

Verificar a Inscrição Estadual de seu cliente é importante em várias ocasiões. E muitos contadores ainda têm dúvida de como proceder. Nesse post iremos te ajudar…

Assim, você pode ver se está tudo em conformidade, assegurando que os dados e a situação da empresa estão regulares. Desde já, adiantamos que sem a Inscrição Estadual regular, não é possível emitir notas fiscais.

Aprenda mais neste post!

Para que serve a Inscrição Estadual de uma empresa?

A Inscrição Estadual é como se fosse o número de identidade da empresa, é semelhante ao número de CNPJ. Sem essa inscrição, muitas empresas ficam impossibilitadas de emitir notas fiscais bem como outras restrições importantes para a vida do negócio.

A Inscrição Estadual é um tipo de cadastro que segue alguns parâmetros para o recolhimento de impostos estaduais, como o ICMS, o qual é de competência estadual.

Esse número de Inscrição Estadual possui 12 dígitos em São Paulo e é obtida ao fazer o registro na Secretaria da Fazenda do Estado.

Se você for de São Paulo, te ensinamos a conseguir esse cadastro nesse nosso outro post. Como conseguir a Inscrição Estadual em São Paulo.  

Agora vamos a sua dúvida…

Como descobrir a Inscrição Estadual pelo CNPJ?

Veja, agora, como descobrir a Inscrição Estadual pelo CNPJ:

  • Acesse o site do Sintegra;
  • Clique no mapa, sobre o estado em que a empresa está registrada; por exemplo, São Paulo;
  • Você será redirecionado para outra página, onde há um campo para colocar o CNPJ;
  • Insira o número do CNPJ e pesquise;
  • Em seguida, a tela abre o cadastro da empresa buscada;
  • Logo nas informações iniciais, você terá a I.E e a situação cadastral.

Como visto, esse processo é simples e leva apenas alguns minutos.

Como saber se uma empresa é isenta de Inscrição Estadual?

O não contribuinte ou isento é uma organização que está sem a obrigação de ter uma inscrição estadual junto à Secretaria da Fazenda – SEFAZ. Além disso, essa organização não precisa contribuir com o ICMS, imposto estadual que já citamos.

Dentre alguns exemplos de entidades que não contribuem com esse tipo de imposto, estão às empresas que são apenas prestadoras de serviços. Elas são isentas, ou seja, não são obrigadas a contribuir com o ICMS.

Abaixo, adicionamos as atividades mais comuns que são obrigadas a contribuir com o ICMS:

  • Comércio;
  • Indústria;
  • Transporte;
  • Comunicação e,
  • Energia.

E para cada estado há uma alíquota de ICMS a ser aplicada.

Deixe o seu escritório mais produtivo!

Serviços burocráticos no seu setor de legalização estão tomando o seu tempo?

Procure uma parceria qualificada nesses assuntos. Não fique pulando de parceria em parceria, delegue os seus serviços para quem entende e, além disso, está no mercado a mais de duas décadas.

A Hasa Documentos existe para facilitar sua vida. Temos a missão de ajudar a tornar o dia a dia mais produtivo e eficiente. Além disso, fazemos todo o trabalho do inicio ao fim, você mantem todo o controle contigo e pode acompanhar seus processos em tempo real.

E detalhe: Nada de mensalidade heeim, pague apenas o que solicitar…

Converse com nossa equipe! Temos profissionais prontos para te atender – Fale conosco! Produtividade te interessa!? Te ajudamos com esse nosso artigo – Produtividade no escritório de Contabilidade: Maneiras de Alcançar mais resultados.